Laser Íntimo:

O USO DO LASER NO TRATAMENTO DO RESSECAMENTO VAGINAL


O laser íntimo é uma das técnicas que recentemente vem sendo usada no tratamento do ressecamento vaginal, pois ele tem a função de estimular a produção de colágeno no tecido que está sendo estimulado, e com isso proporciona o rejuvenescimento da pele.

Na menopausa, pela falta dos hormônios femininos, pode haver um ressecamento vaginal atrapalhando a relação sexual ou interferindo no conforto geral, como: desconforto na hora de urinar, corrimento, e, por conseguinte, piorando a qualidade de vida da mulher.

A boa notícia é que existem soluções para melhorar essa condição e uma delas é o laser para ressecamento vaginal.

Inicialmente são indicadas 3 sessões com intervalo mínimo de 1 mês, podendo ser necessária a complementação. Este tempo pode variar de acordo com a necessidade de cada paciente.

O resultado esperado com este tratamento é a melhora da lubrificação vaginal e da elasticidade do tecido da vagina, minimizando o desconforto na relação sexual e no dia a dia.  Esta melhora 

acontece porque o laser tem a capacidade de vascularizar a região aplicada e contribuir para a reestruturação do colágeno.

A duração de cada sessão varia entre 15 a 30 minutos, permitindo o rápido regresso às atividades habituais. O tratamento é indolor. Durante a sessão, a paciente sente um leve calor na região aplicada, mas bem suportável, de acordo com os relatos das pacientes.

Outras formas de uso do Laser Íntimo na mulher:

  - Clareamento vaginal;

  -  Incontinência urinária feminina.

Dra Karla Frota

Ginecologia,  Obstetrícia e  sexualidade

CRM DF  -  16765